m
Loader image
Loader image
Back to Top

Blog

m

Escritor amazonense anuncia criação do selo ‘Lendari’

Poucas semanas após a participação na Travessa Literária da 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, ocasião em que teve esgotada a primeira edição do livro A terra por onde caminho, o escritor e jornalista amazonense Mário Bentes anuncia um novo projeto. Trata-se de um selo editorial próprio por onde o autor deve lançar a segunda edição de sua primeira obra e novos títulos de agora em diante. Com isso, o autor abandona o sistema de auto-publicação por meio de editoras especializadas, embora permaneça como escritor independente.

O selo, batizado de “Lendari”, está em fase de execução de projeto e deve ter site próprio lançado em breve. O projeto editorial de Mário Bentes não se limitará a lançar obras do próprio autor, mas também passará a organizar antologias de novos autores, dando oportunidade para jovens talentos ingressarem no mercado editorial com suas obras. “Comecei a publicar contos no sistema de antologias, em que obras reúnem textos literários de diferentes autores, e isso foi importante ao me dar segurança e maturidade à minha literatura”, diz Bentes.

O jornalista amazonense já participou, ao todo, de cinco antologias, de 2010 a 2014. A primeira foi na obra Moedas para o barqueiro, de 2010, da editora Andross de São Paulo. No mesmo ano, teve seu nome incluso na antologia de microcontos Histórias Liliputianas, da mesma editora. Em 2011, foram mais duas participações: o livro Moedas para o Barqueiro, Volume 2, e Jogos Criminais – Contos Policiais. A mais recente participação, ainda este ano, foi na antologia Desnamorados, da editora Empíreo, que reuniu contos sobre amores e desamores.

O próprio escritor deve ser o responsável pela organização e edição das antologias, mas não descarta convidar outros autores experientes para colaborar e assinar a organização das obras. “Tudo vai depender das circunstâncias, das características das obras e de outros fatores. O mais importante é que, com isso, vamos estimular a literatura regional e a nacional, abrindo espaço para que jovens talentos tirem seus escritos dos fundos das gavetas e os eternizem na História”.

O selo “Lendari” deve ter um perfil voltado aos gêneros mais usados pelo autor amazonense, com destaque ao realismo mágico – que tem o colombiano Gabriel García Márquez e o argentino Jorge Luis Borges como principais precursores. Outros gêneros que farão parte do selo editorial são contos de temas diversos, crônicas jornalísticas e poesias.

Já há pelo menos um projeto de antologia literária a postos para ser lançada pelo selo “Lendari”, segundo adianta Mário Bentes. A primeira obra, que ainda não tem título definitivo, será voltada exclusivamente a autores do Amazonas, Estado natal do escritor. “A ideia é abrir inscrições para a participação na antologia assim que o site oficial estiver no ar. Esperamos contar com a participação do maior número possível de autores. Também é provável que façamos alguns projetos apenas com alunos da rede pública de ensino, estimulando o interesse pela leitura e escrita com esse jovens”, afirma.

Parcerias

Ainda em fase inicial, o selo “Lendari” vai estar aberto, desde o começo, a propostas de parcerias e colaborações de empresas e organizações – principalmente em antologias com alunos de escolas públicas. “O selo terá seu caráter comercial no que diz respeito ao lançamento dos meus próprios livros e de antologias de participação mista. Mas, no caso de obras com alunos, por exemplo, seria muito interessante contar com apoios e parcerias para levar os livros impressos gratuitamente às escolas. Ainda estou no campo das ideias, mas estou aberto a ouvir sugestões nesse sentido”, diz Bentes.

O selo editorial do autor amazonense vai estar no ar em breve no endereço www.lendari.com.br. Propostas de parcerias editoriais podem ser enviadas ao correio parcerias@lendari.com.br. Outras informações podem ser obtidas diretamente com o escritor Mário Bentes pelo e-mail contato@mariobentes.com.br.

No Comments

Add Comment